terça-feira, 28 de março de 2017

Notícias de Educação - 28/mar/2017


Nossa palavra

Grupos de WhatsApp e s Escolas
É o tema do programa lançado hoje. As dificuldades que as escolas estão passando podem ser minoradas? O que fazer?
Confira! (https://youtu.be/M6kN_NhsZyw)


Avaliações


Miligramas por vaga
  • Pesquisadores da Unifenas (Universidade José do Rosário Vellano), em Minas Gerais, investigaram a incidência de estresse e depressão entre estudantes de cursos preparatórios na cidade de Alfenas. Dos 275 alunos analisados, 58% sofriam de ansiedade. Quase um terço tinha depressão. Não surpreende que nesse público também seja alto o consumo de psicofármacos.
  • (Uol)

Gestão de Escola

Rio: aula rica, aula pobre, por Andy Robinson
  • A Escola Eleva fica no cotado bairro de Botafogo numa reformada contrução do século XIX, que anteriormente abrigava coleções de arte contemporânea. As crianças vêm principalmente de famílias ricas da Zona Sul do Rio e são quase todas brancas. A diretoria não é composta por pedagogos da universidade estatal, como em Helsinki, mas por consultores com MBAs da escola empresarial estadunidense de Wharton e ex-diretores da multinacional McKinsey. Eleva é o primeiro investimento do que Lemann – dono de marcas como Budweiser e Burger King – pretende que seja uma rede de escolas vanguardistas bilíngues para milhares de crianças de classe média alta. Depois de gastar milhões de euros em donativos para universidades privadas no Brasil e nos EUA através da sua Fundação Estudar, o lince financeiro agora dirige seu filantrocapitalismo pedagógico para o ensino infantil, com um fundo de investimento 80 milhões de reais (25 milhões de euros).
  • (GGN)
Ao ajustar contas, Espírito Santo reduz o investimento em educação
  • Diante das condições ruins das contas públicas de estados grandes como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais, torna-se fundamental dissecar o ajuste em curso no Espírito Santo e entender seus detalhes, acertos e erros. O estado saiu do déficit de R$ 1,5 bilhão em 2014 para a obtenção de pequenos superávits em 2015 e 2016. O ajuste incluiu uma decisão delicadíssima: cortar investimento em educação.
  • (Época)
Capital paulista pretende criar 96 mil novas vagas em creches por meio de ação integrada
  • O ministro da Educação, Mendonça Filho, participou nesta segunda-feira, 27, do lançamento do programa Nossa Creche, da prefeitura de São Paulo. O programa prevê a criação de 96 mil novas vagas na rede pública municipal de ensino para crianças de zero a três anos até 2020. A princípio, a meta é atender até março de 2018 todas as 65,5 mil crianças que ainda não foram matriculadas.
  • (MEC)
  • Doria diz ter recebido 25 imóveis para usar em creches em São Paulo
  • (G1)
  • Doria reúne presidentes de bancos e pede apoio para construção de creches
  • (Folha de São Paulo)
  • Em São Paulo, ministro defende boa educação como garantia à liberdade de expressão
  • (MEC)

Para pensar - artigos e opiniões

Jacques Delors e a Educação Fundamental
  • Em 1996 a UNESCO divulgou um relatório denominado “Educação-Um Tesouro a Descobrir”, elaborado pela Comissão Internacional sobre Educação no Século XXI. O trabalho, realizado sob a coordenação de Jacques Delors, anteriormente ministro da Economia e Finanças da França e presidente da Comissão Europeia, demarcou os quatro pilares da educação no século em que vivemos.
  • (O Globo)
Como tornar a escola um espaço de escuta, expressão e diálogo?
  • Em entrevista recente, Claudia Costin destaca um aspecto curioso de nossa cultura escolar: o pouco espaço para o diálogo, embora sejamos um povo que gosta muito de conversar, a troca de ideias na escola tende a ser reprimida, se não mal vista. De fato, esse descompasso entre a nossa cultura e o cotidiano escolar já foi apontado por inúmeros estudos em diferentes períodos. Contudo, a situação parece se agravar num contexto em que o acesso à internet vem revolucionando as formas de conhecer, pensar e agir sobre o mundo contemporâneo.
  • (Uol)

Pesquisas e Estatísticas

Inep publica cronograma do censo da educação básica de 2017
  • O Inep publicou nesta segunda-feira, 27, no Diário Oficial da União (DOU), o cronograma do Censo Escolar da Educação Básica de 2017. A Portaria nº 269 estabelece que todas as escolas de educação básica brasileiras, públicas e particulares, devem participar.
  • (MEC)

EAD

EdTech e a revolução para o setor de educação
  • Caminhamos para um estilo de vida on demand. É provável que, no futuro, poucas ofertas não sigam esse modelo sob demanda. Um setor que tem demonstrado um crescimento exponencial nesse sentido é o mercado de educação e capacitação online, por conta do rápido avanço das tecnologias utilizadas para gerar a melhor experiência e interação nos cursos, onde o aluno estiver.
  • (Administradores)

Ensino Superior

Fies sofrerá revisão total após custo chegar a R$ 32,2 bi
  • Com custo alto para os cofres públicos e inadimplência crescente - que bateu 53% em janeiro -, o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) será completamente revisto pelo governo. Apenas em 2016 o custo global do Fies para o Tesouro Nacional chegou a R$ 32,2 bilhões
  • (O Estado de São Paulo)
Quase 40% dos convocados não confirmaram matricula na UFMG
  • Mais de um terço dos candidatos aprovados na UFMG neste ano não realizou a matrícula e, consequentemente, abriu espaço para outros estudantes. Do total de 6.279 vagas disponibilizadas, 2.446 (39%) não foram preenchidas na primeira chamada. O índice chama a atenção justamente porque a instituição mineira foi a mais procurada no Brasil por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), dentre as 131 que integram o programa. No total, houve 171.825 inscrições.
  • (Hoje em Dia)
MEC institui nova modalidade de doutorado profissional
  • Em portaria publicada na última sexta-feira, 24, no Diário Oficial da União (DOU), o Ministério da Educação instituiu, no âmbito da pós-graduação stricto sensu, as modalidades de mestrado e doutorado profissional. A novidade é o doutorado, que até então não existia no Sistema Nacional de Pós-Graduação. O mestrado profissional teve início na década de 1990 e, atualmente, possui 718 cursos em funcionamento.
  • (MEC)
'Na época de crise deve se investir em engenharia', diz especialista
  • Apesar da situação econômica do País, profissionais de engenharia com especialização não só saem na frente, como podem ajudar a propor alternativas para a recuperação. Isso é o que defende José Roberto Cardoso, professor titular da Escola Politécnica da USP.
  • (O Estado de São Paulo)
Percy Jackson e Marx inspiram o grego e o latim em sala de aula
Certo: há uma discussão mundial se o grego antigo e o latim deveriam continuar no currículo no ensino médio, principalmente em países como França e Inglaterra. Mas é certo também que o interesse por essas duas línguas clássicas tem crescido em universidades de diversos países e também no Brasil. (Gazeta do Povo)


Profissonais da Educação


'É preciso repensar o modelo de escola'
  • O apagão de professores já é uma realidade. E tende a piorar até 2025 se nada for feito para mudar o desinteresse das pessoas em cursar licenciatura no país. Essa é a opinião de Mozart Neves Ramos. Na opinião de Mozart os jovens brasileiros não sentem atração pela profissão de professor assim como acontece nos países que estão no topo da educação mundial. Por trás desse desinteresse estão a falta de um plano de carreiras, a violência nas escolas de periferia e a distância entre a teoria e a prática. Mozart chega a defender a residência em licenciatura, assim como acontece em medicina no Brasil, para qualificar melhor o estágio dos futuros professores, hoje considerado “um faz de conta”.
  • (Diário de Pernambuco)
Especialistas temem redução de concursos na educação após Lei da Terceirização
  • A sanção do projeto de lei que libera a terceirização para todas as atividades de empresas, poderá, na avaliação de especialistas, levar à redução de concursos públicos na área da educação e fortalecer a administração de escolas por Organizações Sociais (OS), que poderão também cuidar da contratação de professores. A questão gera polêmica entre sindicatos, que temem uma desvalorização dos docentes, e desperta discussões jurídicas sobre a viabilidade desse tipo de contratação.
  • (IstoÉ)
Quais são os efeitos das políticas de bônus para professores
Implementada de diversas formas e em diferentes sistemas educacionais pelo mundo, políticas de bônus para professores a partir de desempenho levantam debates sobre sua eficácia e compatibilidade com o conceito mais amplo a respeito da educação. Críticos questionam a lógica meritocrática por trás delas. Defensores ressaltam a importância da motivação na busca pelo bom rendimento. (Nexo)


Eventos


Comissão do Fundeb discute valorização de professores
  • A comissão especial que analisa proposta que torna permanente o Fundeb (PEC 15/15) debate nesta terça-feira (28) a valorização dos profissionais do magistério e a garantia do direito à educação.
  • (Câmara)

Outras do dia

Educação vira tema político em ano eleitoral na Argentina
  • Num momento em que diversos sindicatos organizam uma greve geral para o próximo dia 6, por conta dos 40% de inflação, do salto do desemprego a 8% e do aumento das contas de água e eletricidade, a imagem de professores nas ruas com cartazes dizendo "não somos escravos" não ajuda em nada a melhorar a imagem da gestão.
  • (Folha de São Paulo)
Príncipe George irá para escola que ensina a “ser generoso”
Já está decidida a escola onde o príncipe George irá iniciar os seus estudos. O Palácio de Kensington anunciou na última sexta-feira que o filho mais velho de William e Kate Middleton frequentará a partir de setembro a escola particular Thomas Battersea. O estabelecimento, bastante restrito e onde muitos casais matriculam os filhos já no nascimento, fica a meia hora de carro do Palácio de Kensington e tem uma filosofia de ensino cuja primeira regra é “ser generoso” e em que se ensina a não ter melhores amigos para evitar ferir os sentimentos dos demais colegas. (El País)

PF prende três por tentativa de cola eletrônica em concurso
  • A Polícia Federal prendeu neste domingo, 26, três envolvidos em um esquema para fraudar um concurso público para cargos de técnico e analista do Tribunal Regional do Trabalho do Mato Grosso do Sul (TRT-MS).
  • (Exame)

segunda-feira, 27 de março de 2017

Notícias de Educação - 27/mar/2017


Na Sala de Aula

Como a sala de aula pode enfrentar a onda de notícias falsas
É preciso mudar a chave e assumir um novo papel. “Eles [pais e professores] devem ser menos uma fonte de saber para a criança e mais mentores e parceiros em um processo colaborativo e de investigação”. "É ter outra atitude educativa, que não é de transmissão e memorização de conteúdos clássicos, mas sim dialética, a partir da relação do sujeito com o contexto para incorporar novos conhecimentos e entender o mundo em que ele vive”. Uma ponte para esse tipo de compreensão pode vir de atividades e desafios em sala de aula com a edição verbetes da Wikipedia, que proporcionaram a integração de conhecimentos. (Gazeta do Povo)

Vamos à neuróbica: ginástica cerebral é importante para manter mente ativa e saudável
Bíceps, tríceps, pernas, abdômen e... cérebro. Isso mesmo, cérebro! Mais do que passar horas e horas exercitando somente o corpo, é preciso malhar também a mente. Responsável pelo aprendizado, pela memória e concentração, o cérebro funciona como uma poupança: quanto mais cheio, mais “rico”. Para evitar atrofia ou pane, recorra o quanto antes à neuróbica. (Hoje em Dia)

Educação executiva: tecnologias digitais impactam a aprendizagem
  • Hoje as tecnologias digitais provocam cada vez mais impacto nas formas de aprendizagem e no mercado do trabalho, que passa por sua maior transformação desde a Revolução Industrial. A academia trabalha em um ambiente de elevada incerteza. O aluno sai da Universidade e depois de quatro, cinco anos poderá estar trabalhando em algo que ainda não existia no momento de sua formatura. Mas, como disse o filósofo francês Edgar Morin: "a educação é a 'força do futuro', porque constitui um dos instrumentos mais poderosos para realizar a mudança".
  • (Jornal do Comércio)



Avaliações

Avaliação de estudantes de medicina já tem resultados
  • Os estudantes que participaram da primeira edição da Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem), realizada em 2016, já podem consultar seus desempenhos. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou nesta sexta feira, 24, os resultados, que também estão acessíveis aos coordenadores de cursos.
  • (MEC)
  • Só 1,9% dos estudantes de medicina tiram nota máxima em nova avaliação nacional
  • (G1)

Inclusão

“A diversidade nas salas favorece o aprendizado”
  • Há quase vinte anos dirigindo o Programa de Formação de Professores da Universidade de Stanford, uma das mais renomadas dos Estados Unidos, e com forte trabalho direcionado à diversidade e equidade na educação, Rachel A. Lotan chama a atenção para o desafio duplo que é ser um aluno imigrante. “Eles precisam aprender o conteúdo curricular e a língua ao mesmo tempo”. A professora diz, no entanto, que uma solução para essa e outras questões de disparidade na escola é tão simples quanto eficaz: a aprendizagem cooperativa, isto é, trabalhos em grupo.
  • (Carta Educação)
Lei de Cotas faz 5 anos com os primeiros alunos do sistema sonhando com o futuro
  • De 2014 para 2015, o número de vagas reservadas nas universidades brasileiras cresceu cerca de 25%. Só no primeiro semestre do ano passado, as universidades e institutos federais brasileiros contavam com mais de 97 mil lugares destinados para a política de cotas, segundo levantamento da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). Quem viveu a experiência de ingressar no ensino superior como cotista garante que a medida não só é importante, como extremamente útil para a sociedade.
  • (Hoje em Dia)
Após verificação, UFF desclassifica 113 candidatos a ocupar vagas de cotistas
  • A pró-reitoria de graduação da UFF (Universidade Federal Fluminense), em Niterói, na região metropolitana do Rio, declarou 113 candidatos não aptos para ingressar nos cursos de graduação por meio das cotas. Os candidatos faziam parte dos 198 convocados pela Comissão de Aferição da Autodeclaração de Cor/Etnia para entrevista após terem documentos e foto verificados.
  • (Folha de São Paulo)

Leis, políticas e politicagens

CE: Lei pode virar tema de aulas
  • Projeto que torna obrigatório o ensino de noções básicas da Lei Maria da Penha em escolas da rede estadual do Ceará começou a tramitar na Assembleia Legislativa. Segundo a proposta, a ação incluiria ainda outras reflexões sobre o combate à violência contra a mulher, divulgando e estimulando o uso do serviço de disque-denúncia contra casos do tipo.
  • (O Povo)
Justiça suspende novos contratos de temporários na Educação de Goiânia
  • O juiz Fabiano Abel de Aragão Fernandes determinou, por meio de liminar, a suspensão imediata da contratação de servidores temporários na Secretaria Municipal de Educação e Esporte de Goiânia (SME). Segundo o magistrado, o chamamento desses funcionários prejudica os candidatos que foram aprovados no concurso público realizado no ano passado e que ainda aguardam a convocação.
  • (G1)

Ensino Superior

Pezão culpa professores por Uerj sem aulas e ameaça cortar salários em 30%
  • O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, defendeu nesta sexta-feira (24) o corte de 30% do salário dos professores e funcionários da Uerj (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) como forma de pressionar os profissionais que não estão trabalhando a retornar à universidade. Segundo ele, as aulas -- suspensas desde dezembro do ano passado devido à falta de recursos para manutenção do campus e ao atraso no salário de professores e terceirizados --, só não começaram por causa dos professores.
  • (Uol)
  • 'É uma declaração de guerra à Uerj', diz presidente de sindicato sobre decisão de Pezão de cortar 30% de salários
  • (G1)

Profissonais da Educação

Professores podem ter regras diferentes na aposentadoria
  • A decisão do presidente Michel Temer de retirar da reforma da Previdência os servidores municipais e estaduais que têm regime próprio na aposentadoria poderá ampliar as distorções no magistério. Se for adiante como proposto por Temer, a reforma fará com que mais de dois milhões de professores do país convivam com, pelo menos, três regras diferentes para a aposentadoria, a depender se trabalham na rede estadual, privada ou federal.
  • (Gazeta do Povo)
Professores protestam contra reformas de Temer no centro de SP
  • Professores protestaram contra a reforma da Previdência neste sábado, 25, na região central da capital paulista. De acordo com o Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo (Sinpeem), o ato foi convocado não apenas em oposição à medida do governo federal, mas também contra a medida que institui o regime de previdência complementar para os servidores municipais (Sampaprev), em tramitação na Câmara da cidade.
  • (Exame)

Eventos

Escola de Rio Preto é selecionada para participar de documentário da ONU
  • A igualdade de gêneros é um tema que tem sido bastante discutido na sociedade devido à novas descobertas e preconceitos sofridos. Em São José do Rio Preto (SP), uma escola dá o exemplo ao educar seus alunos com a prática da igualdade entre os sexos e, por isso, foi selecionada para participar de um documentário da Organização das Nações Unidas (ONU), que será exibido em todo o mundo.
  • (G1)

Outras do dia

Sem baby-talking: por que conversar com os bebês é importante
‘Conversar’ com um bebê que ainda não fala pode ser uma tarefa difícil para muita gente. Mas um estudo publicado recentemente na revista especializada The Infancy reforça a importância deste hábito e sugere que conversar com crianças bem pequenas – escutar seus balbucios e responder a eles de forma correta, sem baby-talking, como se fosse realmente uma conversa – beneficia o desenvolvimento da linguagem delas. (Veja)

Cada vez mais colombianos estão sobrequalificados para seus trabalhos
  • Os sites de busca de emprego na Colômbia estão cheios de ofertas. Abundam os anúncios para trabalhos com pouca remuneração, que mal superam o mínimo estabelecido pela lei (aproximadamente 930 reais). Muitos profissionais, com formações acadêmicas que acumulam vários títulos, acabam concorrendo a esses cargos diante da falta de opções que se ajustem às suas capacidades.
  • (El País)

sexta-feira, 24 de março de 2017

Notícias de Educação - 24/mar/2017


Na Sala de Aula

O que é a projeção Gall-Peters, mapa que promete acabar com '4 séculos de visão colonialista' do mundo
Por mais de 400 anos, escolas de todo o mundo usaram mapas com distorções ​​nos tamanhos dos continentes. Mas agora algumas salas de aula de escolas públicas de Boston, no nordeste dos Estados Unidos, começaram a usar o mapa de Gall-Peters. Esse mapa mostra o tamanho e a proporção de países, continentes e oceanos com mais precisão. (BBC)

Google e Lemann se unem para entregar planos de aula direto no celular do professor
O Google e a Fundação Lemann anunciaram nesta quarta-feira (22) uma parceria para uma iniciativa que pretende entregar, direto no celular do professor de ensino fundamental, planos de aula com conteúdos previstos na Base Nacional Comum Curricular, documento que determinará os conhecimentos essenciais que cada aluno deve conquistar ao longo de sua trajetória escolar. (Porvir)


Avaliações



Avaliação Externa: como compreender e utilizar os resultados
Prova Brasil, ANA, Ideb... Saber analisar os resultados das avaliações externas para refletir sobre as práticas pedagógicas da escola e aprimorar o ensino e a aprendizagem é um desafio para todo gestor. Enfrentá-lo exige que diretores, coordenadores pedagógicos e técnicos da secretaria adotem uma série de ações (Nova Escola)


Gestão de Escola


Apenas 1% dos gestores brasileiros nunca deu aula
  • Manter a escola funcionando bem, com contas pagas, ambientes limpos, professores bem formados com materiais para trabalhar, comunidade participando e, sobretudo, alunos aprendendo são responsabilidades do diretor. É bastante coisa para dar conta, mas boa parte dos gestores brasileiros já tem experiência no assunto. 51% deles trabalham na área da Educação há mais de 20 anos e apenas 1% nunca trabalhou como docente antes de assumir a gestão.
  • (Gestão Escolar)
Escolas estaduais ficam sem verba para material e manutenção em SP
Escolas estaduais da capital e do interior de São Paulo estão sem verba para fazer manutenção dos prédios e para comprar materiais de escritório, de limpeza e de higiene. Segundo professores e diretores, o dinheiro não está sendo repassado pela Secretaria de Estado da Educação, do governo Geraldo Alckmin (PSDB), desde o fim do ano passado. (Folha de São Paulo)


Leis, políticas e politicagens


MEC vai analisar contribuições ao novo currículo do ensino médio
  • O Comitê Gestor da Base Nacional Curricular Comum e Reforma do Ensino Médio deve começar na próxima segunda (27) a analisar uma nova rodada de contribuições à Base Nacional Curricular Comum do Ensino Médio. Segundo o coordenador-geral de ensino médio do Ministério da Educação (MEC), Wisley João Pereira, o governo trabalha com a expectativa de enviar a base ao Conselho Nacional de Educação (CNE) até o fim do ano.
  • (Exame)

Pesquisas e Estatísticas

94% dos professores acreditam que falta interesse dos pais no desempenho escolar dos filhos
  • Para os professores, os fatores que mais impactam o desempenho dos estudantes são a falta de assistência e acompanhamento do pais (item mencionado por 94% dos educadores entrevistados), a falta de esforço do aluno (93%), o meio social dos alunos (83%), o nível cultural dos pais (82%) e indisciplina (68%). De acordo com a pesquisa, somente 12% dos professores acreditam que seus alunos chegarão à universidade.
  • (Nova Escola)
74,6% dos brasileiros não se interessam por cursos de qualificação profissional, aponta IBGE
  • O desinteresse por cursos de qualificação profissional contrasta com a importância que tal tipo de formação é percebida por pessoas que já fizeram algum curso semelhante. De acordo com Marina Aguas, a pesquisa mostrou que 90,5% das pessoas que fizeram algum curso de qualificação profissional afirmaram que ele foi útil em sua vida profissional ou pessoal, mesmo que nunca tenham trabalhado na área.
  • (G1)

Ensino Superior

6 lições de quem estudou em uma “universidade” dentro da Nasa
  • Uma universidade ‘não-universidade’ coloca o dedo na ferida de quem ainda insiste em ensinar e aprender da mesma forma. Desde 2008, os fundadores da Singularity University , que funciona no parque de pesquisas da Nasa, no Vale do Silício, desafiam pessoas do mundo inteiro a pensar diferente e a criar soluções para problemas globais que beneficiem bilhões de pessoas em poucos anos. Com cursos rápidos e desafios – Curitiba sediará um deles em maio –, a organização, que conta com a parceria de empresas como Google e Microsoft, lança sementes de inquietação, provocando seus alunos e transformarem o mundo para melhor.
  • (Gazeta do Povo)

Outras do dia

Multidão sai às ruas na Argentina para apoiar greve de professores
A política argentina se faz na rua há muitas décadas. Quase tudo acaba sendo resolvido com uma maré humana na Plaza de Mayo. Mauricio Macri rompeu essa tendência e ganhou as eleições em 2015 de forma quase dissimulada, sem grandes mobilizações. Mas agora, após 15 meses no poder, volta a sofrer a pressão da rua. Dezenas de milhares de pessoas — 400.000 segundo os organizadores — marcharam nesta quarta-feira em frente a seu gabinete em Buenos Aires para apoiar os professores da educação pública, que estão em greve há quase três semanas devido a seus baixos salários. Trata-se de manifestação que põe à prova a resistência de Macri. (El País)

quinta-feira, 23 de março de 2017

Notícias de Educação - 23/mar/2017


Na Sala de Aula

Google anuncia investimento de R$15 milhões em educação no Brasil
  • O Google.org anunciou nesta quarta-feira, em São Paulo, uma série de medidas de responsabilidade social que serão implementadas no Brasil junto com parceiros. Como destaque, está o investimento de R$ 15 milhões na educação. Deacordo com a multinacional, o valor será aplicado na qualificação de 300 mil professores da rede pública e no desenvolvimento de um aplicativo com conteúdos online e de vídeo para aulas, com acesso até em locais de baixa conectividade. A medida ocorrerá em parceria com a Fundação Lemann e a Nova Escola.
  • (Estado de Minas)
Professora ensina matemática com reciclagem de óleo na zona sul de SP
Na época, em 2010, a professora e moradora do Grajaú estava no início da carreira e começou a refletir sobre suas aulas e a situação dos estudantes da região. A primeira atividade para romper a rotina foi a produção de peças de teatro para ensinar matemática. Depois a professora decidiu unir as matérias de exatas com a conscientização ambiental. (Folha de São Paulo)


Gestão de Escola


Como será a escola de elite da fundadora da Red Balloon
  • Das oito da manhã às três da tarde, apenas conversas em inglês poderão ser ouvidas na Escola Internacional de São Paulo – seja dentro ou fora da sala de aula. Os estudantes passarão parte de sua grade curricular em computadores, aprendendo a programar, ou em laboratórios de criatividade (os “fab labs”, conhecidos no mundo do empreendedorismo). Todo fim de bimestre, o aluno não chegará com um boletim, e sim com um livro mostrando sua evolução. O colégio fará coro a uma nova tendência de modelos de negócios: as escolas de elite.
  • (Exame)

Leis, políticas e politicagens

ONU diz estar atenta a reformas do ensino médio e da Previdência
  • Ao anunciar o Relatório de Desenvolvimento Humano na manhã desta terça-feira, 21, o coordenador residente do Sistema das Organização das Nações Unidas (ONU), Niky Fabiancic, afirmou que o Brasil enfrenta desafios urgentes, como a questão da pobreza, do desemprego e do crescimento humano e que o sistema acompanha com interesse as discussões de reforma no País. "Estamos atentos às propostas de reforma de ensino médio, da previdência, trabalhista e tributária."
  • (O Estado de São Paulo)
Para procurador, professores expõem alunos a conteúdos didáticos impróprios
  • Professores estão descumprindo a lei ao expor alunos a materiais de conteúdo sexual, impróprio para a idade e capacidade de compreensão, muitas vezes em forma de livros e cartilhas. A afirmação foi feita pelo procurador da República Guilherme Schelb, durante audiência pública da comissão especial que discute o projeto da Escola sem Partido (PL 7180/14), nesta terça-feira (21). Já o jornalista e matemático Ricardo Falzetta, gerente de conteúdo do Movimento Todos pela Educação, acredita que o projeto é desnecessário, uma vez que as condutas irregulares de professores já são punidas pela lei.
  • (Câmara)
AL: Ministro do STF suspende Lei 'Escola Livre' em decisão provisória
  • O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso suspendeu, em caráter liminar (provisório), os efeitos da Lei da Escola Livre. A lei entrou em vigor em maio de 2016 sob polêmica. Ela tem como objetivo a 'neutralidade' de professores sobre ideologia, religião e política dentro da sala de aula, mas alguns educadores dizem que isso vai contra a liberdade de expressão.
  • (G1)
Ministério da Educação quer rediscutir proposta de lei de responsabilidade educacional
  • O deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) pediu nesta quarta-feira (22) a retirada de pauta do projeto sobre a lei de responsabilidade educacional (PL 7420/06), apesar de haver quórum para votação do texto na comissão especial que analisa o assunto. Representando a liderança do governo no colegiado, Izalci se comprometeu a agendar uma reunião com o ministro da Educação, Mendonça Filho, para discutir a proposta.
  • (Câmara)

Para pensar - artigos e opiniões

Brasil joga fora excelentes iniciativas em educação
  • Segundo Platão e Aristóteles, a educação é a melhor medida para se aprender a gostar das coisas certas e a desgostar das coisas erradas. Segundo Kant, nós somos o que a educação faz de nós. É a educação que nos possibilita, inclusive, conhecer a felicidade proporcionada pela boa política. Há muitos analistas que tentam entender por que o Brasil continua em patamares sofríveis nas principais avaliações internacionais ou internas no tema da educação. Onde está o erro? O erro está na política.
  • (Poder 360)
Conselhos escolares tornam a Educação mais democrática
  • Uma escola gerida com a participação dos professores, funcionários e pais é uma escola mais democrática e diversa. Para que isso ocorra, as redes de ensino dispõem de alguns mecanismos de gestão – caso das Associações de Pais e Mestres (APMs), das quais já falamos aqui neste blog, e dos conselhos escolares.
  • (O Estado de São Paulo)
Educação ou populismo? A crise na Uerj
  • A grave situação em que se encontra hoje a Uerj não pode ser atribuída, unicamente, aos problemas financeiros vividos pelo Estado do Rio de Janeiro e à falta de regularidade nos repasses de recursos para seus gastos. Há outros elementos nesta equação que demonstram as más escolhas dos nossos gestores e políticos, e que servem para exemplificar o dualismo do título acima.
  • (O Globo)

Profissonais da Educação

Professores municipais mantêm greve e fecham trânsito no hipercentro de BH
  • Os professores da Rede Municipal de Belo Horizonte, incluindo as Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis), decidiram pela continuidade da greve, que começou há uma semana, logo após a paralisação nacional contra as Reformas da Previdência e Trabalhista.
  • (Hoje em Dia)

Outras do dia

Escolas municipais de Itambé (PE) fecham em protesto contra violência
  • Na cidade de Itambé, no interior de Pernambuco, todas as escolas municipais estão fechadas em protesto contra a violência. Foi a própria prefeita quem tomou a decisão, depois que ônibus escolares foram assaltados.
  • (Bom Dia Brasil)
Lucro líquido da Kroton cresce 27,8% no 4º tri, a R$ 377,7 mi
  • A Kroton Educacional teve lucro líquido de 377,694 milhões de reais no quarto trimestre, alta de 27,8 por cento na comparação anual, beneficiada pelo aumento de 10,4 por cento do tícket médio em meio à redução de bolsas e descontos nos processos de captação, o que ajudou a compensar a maior evasão em graduação presencial diante da crise.
  • (Exame)
  • Kroton cai na Bolsa após divulgação de resultado
  • (Exame)

quarta-feira, 22 de março de 2017

Notícias de Educação - 22/mar/2017


Na Sala de Aula

Como a sala de aula pode enfrentar a onda de notícias falsas
Tai ressalta ainda que o cuidado com tudo o que é compartilhado nas redes sociais extrapola o ambiente escolar e acadêmico e pode trazer impacto na vida profissional. “A rede social funciona como uma vitrine e, no futuro, as empresas podem prestar atenção nisso. O professor de educomunicação sugere que uma ponte para esse tipo de compreensão pode vir de atividades e desafios em sala de aula com a edição verbetes da Wikipedia, que proporcionaram a integração de conhecimentos. “O professor – que pode ser de português, de história ou geografia – pode usar essa estratégia para provocar os alunos em um método dialógico e permitir que os alunos deem suas opiniões. Com certeza o professor vai descobrir que o alunos não são inocentes”. (Porvir)

Contar histórias para as crianças impacta no desempenho escolar delas?
Contar histórias não se faz de qualquer maneira. O segredo da prática é o mergulho no conto - o que não é o mesmo de simplesmente narrar uma sequência de acontecimentos em voz alta. Um contador deve memorizar o enredo e reproduzi-lo de maneira que suas impressões e as do público sejam entrelaçadas, instigando-se mutuamente. Contar histórias é uma das ações mais antigas da humanidade – com inúmeras utilidades tanto para adultos quanto para crianças em idade escolar. (O Globo)

A intolerância virou o pão de cada dia, também na escola
Quando alguém está diante de uma situação que não entende ou domina, tem medo e intui a presença de um perigo a ser exorcizado. E se fecha em tribos. É este o cenário do mundo atual com consequências questionáveis para a escola, de acordo com Roberto Romano, doutor em Filosofia pela Universidade Sorbonne de Paris e professor de Ética e Política da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A enxurrada de informações das mídias sociais e o despreparo de professores e pais para lidarem com elas levam a um ambiente de intolerância, polarização e segregação. (Gazeta do Povo)

Professora monta esquema para ir bem na redação do Enem e viraliza na internet
Quem já está se preparando para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) edição 2017, certamente está se preocupando com um dos quesitos mais temidos pelos candidatos: a redação. Essa parte da prova mexe até mesmo com as pessoas que possuem mais facilidade com a escrita, e foi pensando nisso que a professora de um curso preparatório para o Enem , Tarsila Baylão, compartilhou em seu perfil nas redes sociais um esquema para ajudar a preparar o texto. (iG)


Inclusão





A luta de mãe de brasileira com Down por educação em escola comum na Suíça
No Brasil, frequentava uma escola convencional. Estava enturmada com os colegas, incluída no sistema educacional, sem distinções. Mas ao se mudar do Estado do Rio de Janeiro para o Cantão de Vaud, a família foi confrontada com a visão de que crianças com Down deveriam ser colocadas em escolas para crianças especiais. No dia internacional que marca a conscientização da síndrome de Down (21 de março), muitos ainda enfrentam preconceito, mesmo nas sociedades mais avançadas, e precisam lutar para ter seus direitos garantidos. (BBC)


Leis, políticas e politicagens


Alunos flagrados 'matando aula' na Bahia serão levados a Conselho Tutelar
  • Um juiz na Bahia determinou que, a partir esta segunda -feira, alunos de cinco cidades da Bahia flagrados "matando aula" serão encaminhados ao Conselho Tutelar. A decisão do magistrado José Brandão Netto consta de uma portaria que, publicada no Diário Oficial do Estado, institui o Toque de Estudo e Disciplina (TED), para combater a evasão escolar e criar normas de disciplina nas escolas. Entre as diversas medidas, está prevista também uma multa aos responsáveis por menores de idade não matriculados em escolas.
  • (O Globo)

Para pensar - artigos e opiniões

A escola do seu filho ensina a aprender? Hora de pedagogia ou heutagogia?
  • A boa notícia é que, hoje, há recursos com as quais os pedagogos de outrora não podiam contar como os diversos recursos tecnológicos. Por exemplo, os professores podem usar ambientes virtuais e gerar relatórios do aprendizado de cada aluno, por tópico estudado. Se um aluno precisa rever as aulas no seu próprio ritmo, pode ver videoaulas – ferramenta à qual os jovens já costumam recorrer por si mesmos, até para aprender um novo jogo eletrônico. O professor pode checar a evolução por meio de exercícios interativos, adaptáveis a cada percurso. Os alunos podem ter feedbacks imediatos. Cada estudante deve seguir uma determinada trilha. É o que se chama de ensino personalizado ou aprendizagem adaptativa. Eis o que a escola precisa ensinar agora: aprender a aprender.
  • (G1)
Dificuldade em fazer contas diminui a persistência, e vice-versa
  • Os brasileiros não sabem fazer contas porque são pouco persistentes, e são pouco persistentes porque não sabem fazer contas. Quem nasceu primeiro? Difícil saber com precisão. Mas provavelmente os dois problemas começam juntos e vão se reforçando, negativamente, ao longo da vida.
  • (Folha de São Paulo)

Pesquisas e Estatísticas

Tempo de estudo no Brasil é inferior ao de países de Mercosul e Brics, aponta IDH
  • Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH) divulgado nesta terça-feira (21) pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) indica que a média de anos de estudo no Brasil é inferior às médias registradas no Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) e no Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). No ranking mundial de desenvolvimento humano, Brasil ocupa 79ª posição entre 188 países. Enquanto média de estudos no país é de 7,8 anos, Mercosul registra 8,6 anos e Brics, 8,8 anos.
  • (G1)

Ensino Superior

Apenas 39% das vagas do Fies foram preenchidas até agora
  • O Ministério da Educação abriu hoje uma nova etapa de inscrições para o Fies. A pasta não comenta quantas vagas, das 150 mil disponíveis, já foram preenchidas. Não por acaso. A adesão anda baixíssima. Até sexta-feira, havia apenas 39% de postos preenchidos.
  • (Veja)
Justiça determina que UFTM não cobre por cursos de especialização
  • A Justiça proibiu a Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) cobrar qualquer importância como condição para ingresso ou frequência em cursos de especialização. A decisão em primeira instância e que cabe recurso foi publicada pelo Ministério Público Federal (MPF), nesta terça-feira (21), responsável por mover uma ação civil pública contra a instituição.
  • (G1)

Profissonais da Educação

DF: Professores da rede pública participam de assembleia e decidem manter greve
  • Professores da rede pública de ensino decidiram continuar em greve por tempo indeterminado até que o Governo do Distrito Federal (GDF) apresente uma nova proposta à categoria. Um novo encontro ficou marcado para 28 de março.
  • (Correio Braziliense)

Outras do dia

Crise na Uerj faz alunos bancarem estadia no Rio para não se formarem
  • Sem aulas desde dezembro do ano passado, devido à falta de recursos para manutenção do campus e ao atraso no salário de professores e terceirizados, alunos da Uerj (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) relatam como a crise da instituição tem atrapalhado o ingresso no mercado de trabalho com expressões como "revoltante" e "muito chato", além de lamentarem não saber quando irão se formar.
  • (Uol)
MPF denuncia 36 por suposto desvio de R$ 7,3 milhões da UFPR
  • O MPF (Ministério Público Federal) no Paraná denunciou nesta terça-feira (21) 36 pessoas sob suspeita de crimes no desvio de ao menos R$ 7,5 milhões destinados ao pagamento de bolsas e auxílios-pesquisa na Universidade Federal do Paraná (UFPR).
  • (Uol)
  • MPF: Servidoras aproveitaram 'sistema frágil' para montar fraude na UFPR
  • (Uol)

terça-feira, 21 de março de 2017

Notícias de Educação - 21/mar/2017


Nossa palavra

Mudanças no Enem: o que significa tudo isso?
O programa desta semana já está postado. Mais uma vez ENEM é a pauta.
Como fica o ranking de escolas? Quais as principais alterações para as escolas?
CONFIRA! (Focando Educação)


Na Sala de Aula


‘Educação financeira ainda é um tema chato para o brasileiro’
  • Com a febre dos investimentos nas redes sociais, as promessas de ganho fácil atraem muitos que não têm conhecimento sobre o mercado financeiro e que acabam perdendo dinheiro com aplicações que não são adequadas a seu perfil. Para Fábio Zenaro, superintendente de produtos da depositária de títulos Cetip, esses canais são importante fonte de informação, mas o conhecimento elementar deveria vir da família ou da educação básica, de forma a evitar armadilhas.
  • (IstoÉ Dinheiro)
Escolas públicas de Boston adotam mapa que corrige 500 anos de 'distorção', com mais destaque para África e América do Sul
Os professores apresentaram aos alunos a representação do mapa mundi baseado no sistema de projeção cartográfica do historiador e cartógrafo Arne Peters (1916-2002). Ela causou surpresa nos alunos porque o sistema busca manter as reais proporções dos continentes. Além disso, ele dá destaque ao continente africano no centro do mapa e valoriza as áreas subdesenvolvidas do mundo mostrando sua real área. (G1)


Avaliações


Estudantes aprovam a aplicação do Enem em dois domingos
  • A enquete feita pelo Brasil Escola mostra que a alteração do Enem para dois domingos seguidos, abandonando o antigo modelo da aplicação em apenas um fim de semana, teve aprovação da maior parte dos estudantes. O novo formato agrada 66,67% dos participantes, contra 19,9% que preferem o modelo anterior. A menor votação foi para a aplicação em somente um dia (8,06%).
  • (Brasil Escola)

Leis, políticas e politicagens

Instituições de ensino filantrópicas estão na mira da reforma da previdência
  • Universidades e outras instituições de ensino consideradas filantrópicas e que, por isso, não pagam a parte patronal da contribuição à Previdência Social, 20% dos salários dos funcionários, lutam para não perder esse benefício. Isso porque, nos debates sobre a reforma da Previdência, cresce o entendimento de que essas entidades não teriam o mesmo perfil das organizações filantrópicas das áreas de saúde e assistência social e, dessa forma, deveriam pagar a sua parte como qualquer outra empresa de educação do mercado.
  • (Gazeta do Povo)

Pesquisas e Estatísticas

Só 7,3% dos alunos atingem aprendizado em matemática
  • O percentual de estudantes com aprendizado adequado no Brasil aumentou do ensino fundamental ao ensino médio, de acordo com dados divulgados ontem pelo movimento Todos pela Educação. Persiste, no entanto, um gargalo em matemática, no 3º ano do ensino médio. Ao deixar a escola, apenas 7,3% dos estudantes atingem níveis satisfatórios de aprendizado. O índice é menor que o da última divulgação, em 2013, quando a parcela era 9,3%. O índice é ainda menor quando consideradas apenas as escolas públicas. Apenas 3,6% têm aprendizado adequado, o que significa que 96,4% não aprendem o esperado na escola.
  • (O Povo)
Mais de 22 mil professores foram ameaçados por alunos
  • Mais de 22,6 mil professores foram ameaçados por estudantes e mais de 4,7 mil sofreram atentados à vida nas escolas em que lecionam. Os dados são do questionário da Prova Brasil 2015, aplicado a diretores, alunos e professores 5º e do 9º ano do ensino fundamental de todo o País. As informações foram organizadas e divulgados hoje (20) na plataforma QEdu www.qedu.org.br
  • (Terra)
  • Metade dos professores já presenciou violência na escola, mostra estudo
  • (Uol)

Profissonais da Educação

Aposentadoria dos professores recebe 23 emendas à PEC 287
  • Segundo a Agência Câmara, foram apresentadas 164 emendas, mas apenas 131 estão validadas. As demais não conseguiram reunir o número mínimo de 171 subscrições de deputados. Um levantamento preliminar do SinproSP indica que 28 emendas tratavam explicitamente da aposentadoria dos professores de educação básica. Cinco delas foram invalidades porque não conseguiram reunir as 171 assinaturas de deputados.
  • (SinproSP)

Eventos

E Agora, Brasil?: A previsão que se confirma: sem educação, violência
  • A crise no sistema penitenciário brasileiro foi um dos temas abordados durante o encontro “E agora, Brasil?”. Ao responder questões levantadas pelos jornalistas Míriam Leitão e Merval Pereira sobre o assunto, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, lembrou dos ensinamentos deixados pelo educador e antropólogo Darcy Ribeiro. Assim como o estudioso, a ministra relacionou a falta de investimentos na Educação ao crescimento da violência no país.
  • (O Globo)
Seminário discute mudanças no ensino médio
  • O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) promove um seminário para troca de ideias sobre o ensino médio nesta terça-feira (21). A proposta é entender o texto final da Reforma do Ensino, levantar questões para o Ministério da Educação e organizar planos de trabalho.
  • (Correio Braziliense)
Aberta inscrição para Olimpíada Nacional de História do Brasil
  • Os estudantes que queiram participar da 9ª edição da ONHB têm até o dia 26 de março para se inscrever com valor reduzido – R$ 30 por equipe para alunos de escolas públicas e R$ 60 para equipes de escolas particulares. Após esse dia, o valor será de R$ 45 e R$ 90, respectivamente. As inscrições seguem até 28 de abril e podem ser feitas na página eletrônica da olimpíada. Podem participar estudantes de escolas públicas e particulares, dos ensinos fundamental (oitavo e nono anos) e médio.
  • (MEC)